Como A Dúvida Mata Mais Sonhos Do Que O Fracasso Jamais Matará



Mulher empresária de sucesso


Você pode ter clicado aqui hoje porque está se perguntando “por que a dúvida mata mais sonhos do que o fracasso?”. Decidi começar esta conversa para você poder entender por que a mentalidade é tudo quando se trata de sucesso.



Citação da CEO do Metas e Glamour


Se você ressoa com o medo do fracasso conduzindo seu destino, você está no lugar certo para descobrir como se faz para controlar as emoções da dúvida.

Empreendedorismo. É intrigante, lucrativo e muito provocativo. O outro lado do empreendedorismo pode realmente tomar conta da sua saúde mental. Pode fazer com que você duvide de si mesma, em vez de dar ao seu sonho tudo o que você tem de melhor.



Comecei minha carreira como gerente de marketing de uma clínica oftalmológica.


O início desta aventura não poderia ter sido menos esperado ou completamente diferente de onde estou agora. Eu comecei meu negócio online, It Fashion (loja de acessórios femininos) como um hobby para ganhar uma renda extra. Nunca esperei que fosse algo mais do que uma rendinha extra. Mas decolou praticamente instantaneamente e cresceu mais rapidamente do que eu poderia acompanhar.

Engravidei e depois de longos meses lutando com longas horas na clínica e voltando pra casa exausta. Eu estava usando todo o meu tempo livre em casa para entregar as encomendas no prazo certo e indo dormir altas horas da madrugada. Pedi demissão do meu emprego na clínica logo após o nascimento da minha Valentina e não olhei mais para trás.

Eu ainda estava fazendo tudo sozinha na época. Os primeiros meses foram sem nenhum glamour para o negócio. Além de cuidar da minha bebê sozinha, eu tinha que dar conta das dezenas de pedidos diários da loja e atender as dúvidas das clientes com todo amor e carinho. Algumas com pedidos de urgência para ir arrasando naquela super festa do dia seguinte. Uma loucura.


Lentamente ao longo dos anos, fui capaz de continuar a escalar.


Neste momento também consegui abrir uma loja física. Então abri a loja It Fashion sem me questionar. Acabei de ver o sucesso que já tinha com os acessórios e também inclui roupas no catálogo da loja, mais tarde, por causa de um problema de uma sociedade mal escolhida, retornei só para o e-commerce, mais tarde mudando para a categoria de acessórios para escritório feminino. Um sucesso! Embora eu não estivesse desesperadamente infeliz como CEO de comercio online, percebi logo que não era a carreira certa para mim. Eu experimentei muita dúvida. Trabalhar com comercio online satisfez meu amor pela venda, mas sufocou minha vida, me deixou escrava do tempo e cansada demais para viver a vida lá fora. Entrar no ramo de Marketing de Conteúdo foi a decisão mais assustadora, emocionante, mas também a mais transformadora que já tomei.

Desde então, aprendi que a maioria de nós não fará uma mudança a menos que estejamos ativamente infelizes. Ficamos presas na glorificação do ocupado e da “roda do hamster da produtividade”, nunca parando para questionar se estamos fazendo algo que realmente nos deixa feliz.


Se não fosse pela descoberta acidental de uma ideia de negócio, eu poderia ter passado uma vida inteira sobrecarregada de dúvidas, sem saber que não estava vivendo meus sonhos ou o quanto a vida poderia ser melhor. Logo me tornei muito apaixonada por ajudar as outras mulheres a quebrar o circuito do piloto automático e ser capaz de romper a dúvida e a paralisia da perfeição. Adoro demais ajudar outras mulheres a fazerem mudanças para o que as fazem felizes ou o que as fazem dizer “oba”. Dessa paixão surgiu meu último negócio, o Metas e Glamour.


Acho que as pessoas mais bem-sucedidas entre nós são aquelas que têm o melhor controle sobre sua resposta ao medo.


Não se trata de quanto ou pouco medo você sente, mas o que você faz com esses sentimentos. Mais importante, não se trata de eliminar completamente o medo. Acho que se trata de saber administrar esse medo. Eu gosto que ainda sinto uma onda de nervoso ou adrenalina quando estou fazendo algo novo, pois é um sinal de que me importo com o resultado. O medo é algo que vejo quando estou saindo da zona de conforto em vez de ficar complacente. O truque está em aprender a reconhecer o medo como um mecanismo de autoproteção. Em seguida, seguir em frente e fazê-lo de qualquer maneira, em vez de deixá-lo controlar sua tomada de decisão.


Um dos padrões de pensamento que desenvolvi nos últimos anos é não ver nada como um fracasso real, mas tratar tudo como uma vitória ou uma lição.


Tudo acontece por um motivo e quando as coisas não saem como planejado, geralmente é para te ensinar uma lição que você precisará mais tarde para algo muito maior. Dito isto, há muitas coisas que definitivamente pareceram um fracasso na época. Cada uma delas envolveu uma revelação, lição ou transformação importante que me ajudou a dar os próximos passos em meus negócios.

Perdi sim muitos reais em estoque devido às greves dos correios e apostas erradas em determinados produtos. Subestimei um produto diferente que deu uma enlouquecida e não tinha estoque suficiente para aproveitar ao máximo o boom de vendas que ele teve, e a lista continua!


Meu maior fracasso?


Minha dificuldade em me controlar. Acho tão difícil pisar no freio e me deixar descansar porque eu absolutamente amo tudo o que faço. De certa forma, a maioria diria que é uma grande característica. Mas acho isso um fracasso, porque qual é o sentido de ter um negócio se você não pode manter o seu próprio bem-estar? Não é um distintivo de honra vencer por estar exausta. Não me sinto bem-sucedida me sentindo esgotada. Então, estou trabalhando para aprender a priorizar minha saúde e bem-estar, mesmo que isso signifique acalmar a paixão. É fácil dizer não às coisas que você não quer fazer, mas muito mais difícil dizer não às coisas que você quer fazer. Ninguém pode fazer tudo e todas nós precisamos descansar para dar o nosso melhor.


Eu sempre acho tão interessante o quão desconfortável todos nós ficamos falando sobre os destaques.


O maior aspecto do desenvolvimento da minha filosofia de “aproveite a vida” foi ajustar minhas métricas para medir minha vida de “sucesso”, “objetivos financeiros” ou marcos externos mais para como me sinto hoje e o impacto positivo que tenho sobre os outros no mundo. O processo.

Embora existam definitivamente sucessos financeiros e baseados no desempenho que tive, eles não são os que mais se destacam para mim. Para mim, iniciar o Metas e Glamour provavelmente seria um dos meus momentos de maior orgulho, porque eu tinha que voltar a ser uma iniciante completa e desta vez sem uma parceira de negócios ou qualquer outra pessoa com quem compartilhar os altos, mas também os baixos.

Eu sinto que começar o Metas e Glamour foi um marco tão grande porque foi talvez o salto mais assustador que eu dei. Eu não tinha experiência em marketing de conteúdo ou edição de imagens. A adrenalina que me deu medo foi que estava em exibição pública nas redes sociais, então, se falhasse ou eu percebesse que não poderia fazer funcionar, todos saberiam e para muitas de nós isso é assustador. Mas, novamente, voltar a ser capaz de gerenciar sua resposta ao medo e falar sobre o pior cenário – geralmente, não é nem de longe tão ruim quanto você pensa que é.



Flávia CEO do Metas e Glamour


Eu realmente acredito que mentalidade é tudo.


Não importa se você é a melhor ou a pior em alguma coisa, importa o que você acredita sobre sua capacidade de chegar até aqui. Você tem que superar a dúvida. Você sempre pode aprender e adquirir novas habilidades, mas se sua mentalidade for negativa, você ainda não alcançará seus objetivos. Costumo dizer que a vida é 10% o que acontece com você, 90% o que você faz dela.

Tudo o que você faz na vida é experimentado e percebido através das lentes de sua mentalidade, então, se você ajustar isso, poderá realmente fazer qualquer coisa na vida.





Se você acha que este artigo foi útil para você, compartilhe-o com suas amigas para que elas também possam aproveitar essas informações.


E para não perder nenhum dos nossos artigos e conselhos úteis que o possam ajudar no seu negócio, convido-a a assinar a nossa newsletter.